Conheça o Projeto

 

O Projeto Imagine é um projeto de solidariedade internacional que visa a inclusão científica e o intercâmbio cultural entre os povos. Através dele, a UFSC, em conjunto com suas instituições parceiras,leva conhecimentos elementares de ciência a comunidades de diferentes países, onde haja difícil acesso à educação formal e à informação científica.

ACREDITAMOS QUE

O conhecimento científico básico, sobre nós próprios e o universo que nos cerca, é indispensável para a construção da cidadania, do respeito entre os povos e do diálogo entre as culturas, rumo à erradicação de preconceitos e à promoção do desenvolvimento humano. Jovens de minorias étnicas, de grupos indígenas ou que simplesmente vivem em zonas rurais afastadas, tendo que percorrer grandes distâncias ou se deslocar por terrenos difíceis para chegar à escola, tendem a se tornar estigmatizados e com baixa confiança em si mesmos.

Para se lutar eficazmente contra este tipo de exclusão, as ações inclusivas devem transcender a educação formal, indo, além da escola, para a comunidade, o lar e o ambiente de trabalho.

A curiosidade, a vontade de aprender e o prazer da descoberta são características comuns a todos os seres humanos, em qualquer cultura, em qualquer tempo e em qualquer canto da Terra.

OBJETIVOS

  • Através do conhecimento, alargar horizontes e apresentar novas perspectivas de vida a jovens e adultos de comunidades remotas, sejam eles estudantes, professores, lideranças ou membros da comunidade.
  • Contribuir para o despertar da curiosidade científica, para a preservação dos ambientes e culturas tradicionais e para a amizade entre os povos, promovendo uma maior compreensão (e consequente aceitação) das diferenças e semelhanças entre indivíduos, etnias, povos e culturas.
  • Contribuir para a transição harmoniosa entre velhas tradições do patrimônio cultural e uma visão científica da realidade, não opondo nem impondo uma à outra, mas dando um senso de continuidade a ambas.
  • Contribuir para a transição harmoniosa entre a linguagem tradicional do patrimônio cultural e a científica, não opondo nem impondo uma à outra, mas enriquecendo ambas através de suas inter-relações.
  •  Através do convívio e da interação pessoal de cientistas e estudantes universitários com as comunidades locais, desmistificar a imagem da ciência e do cientista e despertar futuros disseminadores de conhecimento.

METAS ESPECÍFICAS

  •  Levar atividades científicas, de forma didática e lúdica,  a comunidades rurais ou indígenas localizadas em países da África e da América Latina.
  •  Desenvolver ferramentas didáticas adaptadas ao público alvo do projeto, que ficarão disponíveis em meio digital, em diversas línguas, como Recursos Educacionais Abertos (REA).
  •  Oferecer aos jovens das comunidades envolvidas a oportunidade de visitar laboratórios de pesquisa em um dos cinco países parceiros.
  •  Produzir e divulgar amplamente uma série de documentários sobre os aspectos científicos, culturais e humanos do projeto.

 

PRINCÍPIOS NORTEADORES

Os princípios do Projeto Imagine se fundamentam na interdisciplinaridade; no respeito às culturas locais; na flexibilização das estruturas acadêmicas e no convívio entre o cientista – que produz conhecimento dentro de um contexto tradicionalmente inacessível às populações desfavorecidas – e o cidadão profundamente conectado com sua cultura e sua terra. Os módulos temáticos foram escolhidos e apresentados de forma a propiciar, direta ou indiretamente, um debate sobre as relações de tolerância e respeito, tanto dos seres humanos entre si, como entre estes e a natureza, no seu sentido mais amplo.

 

COMO ATUAMOS?

Até o momento, já desenvolvemos três módulos temáticos que circularam por três comunidades no Brasil e no Peru, estando prontos para serem executados nos demais países parceiros.